terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Quando uma barata voadora sobrevoa o seu quarto

Olá a todos

Certa vez ouvi alguém dizer que não gostava de barata, pois se tratava de um bicho nojento e pegajoso. É verdade, as baratas provocam os mais variados tipos de sentimentos nas pessoas. Como não poderia deixar de ser, onde moro elas são bem numerosas e nutridas com os restos da nossa alimentação cada vez mais vitaminada. Gostaria de saber se é por isso que elas passaram a ser cada vez maiores e algumas até voam. Talvez, o hábito de voar que algumas baratas têm é o que as tornam ainda mais complicadas de lidar. Ainda não se sabe ao certo porque umas conseguem e outras não, o certo mesmo é que ninguém quer se encontrar com uma em seu quarto escuro à noite ha ha ha.

Estava eu deitado assistindo a mais uma maratona de Mad Men por volta das 2h da manhã. Como é de costume no fim de ano, nuvens carregadas prenunciavam uma chuva derradeira. Ouço trovões, o que na madrugada é ótimo para manter a concentração para dormir. Apago a luz, me concentro no episódio com Don Draper fazendo alguma coisa reprovável quando, de repente, passa ela ou ele num voo rasante com barulho característico atravessando todo o quarto. Dei um salto da cama e fui acender a luz e lá estava ela aterrissada na cortina vermelha da janela.

Ótimo, 2h30 da manhã, já chovia, trovejava e mais aquela criatura brincando de perturbar a paz e a tranquilidade das pessoas. E agora? Peguei um sapato que estava perto e fiquei analisando as minhas chances, só teria uma. Se ela escapa, o meu quarto é tão bagunçado que eu não mais a encontraria e ela poderia passear livre e voar batendo nas coisas e fazendo barulho a madrugada inteira. Baratas voadoras são assim. Não conseguem ficar paradas num canto. Como conseguem voar acham que tem que fazer isso o tempo todo para aproveitar. Enquanto isso ela zombava de mim e subia e descia sem balançar a asa me dizendo que tem o controle da situação. Poderíamos fazer um acordo, eu fico com a metade do quarto e você com a outra, não sei. Eu ficaria de boa, só não fazer barulho. Não gosto de matar animais de qualquer tipo.

Então peguei o sapato, me aproximei e analisei seus pontos fracos, uma hora ela me daria a grande chance e foi o que aconteceu. Quando ela foi para trás da cortina aproveitei a chance, uma dura pancada espremendo a dita cuja contra a parede. Ela ainda caiu na cama e tive que dar uma segunda para garantir. Como as baratas cresceram, dizem que elas dominariam o mundo em caso de um apocalipse nuclear, seria um mundo horrível se isso acontecesse. Enfim, recolhi o inseto e voltei a dormir. 2h43 da madruga e eu correndo atrás de barata no quarto, dura vida rs. Isso até a próxima criaturinha entrar por baixo da porta, ou por algum espaço aberto pela janela.

Grande abraço.

19 comentários:

  1. Seria pois uma barata ninja??? Ui Ui Ui tenho medo de baratas, mas essa foi bem especial.
    Abraços Fernando
    Cris.

    ResponderExcluir
  2. Meus Deus, que barata é essa! shdiushdaiuhi, adorei a escrita, eu odeio baratas, é o único bixo que eu nem ligo se matar (por que eu morro de medo e não mato! Eu corro).. hehe. Além dela ser nojenta a coitada é feia e ainda por cima voa! Deus me livre.. kkkkk

    ResponderExcluir
  3. ME VI NA SUA SITUAÇÃO! Sério. Eu tenho PAVOR de barata, mas é aquele pavor meio que trauma ou fobia. Só sei que como estamos quase que entrando no verão, aqui em casa e perto daqui tem surgido bastantes baratas e principalmente na minha cozinha que está com a pia meio descolada da parte central, ou seja, elas entram pelo ralo e ficam transitando pelos móveis da cozinha. Mas calma, o pior nem é delas transitarem pelas panelas e talheres, o outro lado pior também é que a primeira porta que elas encontram é a do banheiro (mas o banheiro tem meio que um degrau para subir) então elas não entram muito (mas eu preferia que entrassem ali, até porque o banheiro é pequeno e da pra achar e matar a barata assim rapidinho) mas ai a segunda porta (que pra elas é a primeira) é a porta do meu quarto que é também BASTANTE bagunçado contando com roupas no chão e tudo, então é um SUFOCO quando entra barata ali, porque tem que fechar o quarto todo, tacar spray até a dita cuja aparecer morta. Então ultimamente eu estou com muito trauma e olhando toda hora para o corredor para vê se ela aparece, porque eu sei que tem. Tipo agora eu estou aqui na sala olhando pro corredor com medo dela aparecer. E a maioria que entra aqui é GIGANTE e voa, a última que a minha mãe conseguiu matar tentou voar mas estava meio tontinha porque eu tinha passado um remédio no chão. O único corajoso pra matar baratas aqui é o meu pai, porque minha mãe também já teve experiências ruins (tipo ela estar dormindo e a barata subir no braço dela, e eu choro de pavor só de lembrar, porque nesse dia eu estava dormindo com ela). Ai, socorro, fiz um comentário gigante.

    Bitocas!
    www.likeparadse.combr

    ResponderExcluir
  4. Olha... ri sozinha com essa tua saga da madrugada... Descrevestes uma situação bem comum, a qual a maioria das pessoas já passou de uma maneira bem divertida... tanto que da próxima vez que tiver que me livrar de uma barata, vou lembrar do que li aqui.

    ResponderExcluir
  5. Fe,
    Ta louco! Tenho pavor de barata. Nem mato co meu chinelo. Por isso sempre tenho raid mata barata voadora pra dar um jato bem longo quando ela aparece. Eita bichinho nojento.

    Passa la no esconderijo , a poesia não é minha mais foi feita pra mim . kkkkkkk

    beijos meu amigo

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!, Deus te abençoe bom dia, amigo já aconteceu comigo é horrível sucesso amigo.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  7. gente, esse post dava um filme, fácil!!

    auhehueaaehae x)

    ResponderExcluir
  8. Hahahah, sensacional!

    Abraços.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Fernando.. vim agradecer a visita e adorei o seu blog.. ja seguindo e olha só.. se a situação já ta ruim agora..imagina quando a barata começa voar..kkkkk.. mas assim.. sem cartão de crédito.. supérfulos (os que dão mesmo pra esperar pra comprar) só a vista.. só uso cartão e cheque pra emergências..rs.. bjokas e sucesso sempre

    ResponderExcluir
  10. HAHAHAHAHAHA eu mesma mato as baratas aqui em casa! Te confesso que não tenho muito medo delas, só tenho medo de elas andarem em cima de mim enquanto durmo, sei lá. Já pensou?
    Se ela se misturar na bagunça do meu quarto também estou perdida, jamais acharei ela no meio das minhas pilhas de apostilas! hahaha
    Muito bom o post! Beijos!
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  11. Odeio baratas k'
    Elas me causam pânico.
    Eu acordo a casa toda , mas não tenho coragem de matar uma kkk

    ResponderExcluir
  12. Amei seu blog ,estou super seguindo ^^ te convido a seguir de o meu blog de volta,vem?http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/
    te espero lá! Beijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Amei seu blog ,estou super seguindo ^^ te convido a seguir de o meu blog de volta,vem?http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/
    te espero lá! Beijos ♥

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Vim conhecer seu blog!
    Nossa, morro de medo e nojo de barata, voadora então...só de pensar já estou em pânico!
    Ri muito aqui lendo sobre o que teve que passar na madrugada por conta da barata.rs
    Gostei daqui, seguindo!
    Tenha um ótimo dia!
    Carinhosamente

    Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  15. meu deus, que episódio! eu odeio baratas

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde camarada !
    Navegando pela internet, conheci o seu blogue. Estou te seguindo para conhecer suas futuras e antigas publicações.

    Estou rindo da situação da barata, hahahah !!!

    "Ótimo, 2h30 da manhã, já chovia, trovejava e mais aquela criatura brincando de perturbar a paz e a tranquilidade das pessoas." (Imaginando a cena).

    Medo de barata eu não tenho. Já matei até com a mão, hahha. Agora, aconteceu uma comigo, foi com um camundongo. Meu amigo, foi brabo hein !Deu até uma ideia de escrever: " Quando um camundongo pula nas cortinas do seu quarto".

    Enfim, muito bacana!

    Se curtir poesias, convido-te a visitar meu blogue que é:

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    Abração!
    Dan.

    ResponderExcluir
  17. Tenho pavor de baratas!
    Acho que é por isso que odeio o calor também. rs

    ResponderExcluir
  18. E tu ainda tem coragem de dizer que teu anda abandonado né? rsrsrrss, cheio de visitas e comentários, posts e tudo o mais.
    Bem, eu aprendi com a natureza a ser mais 'seletivo' no sentido de que, ta fora da minha casa, então é lá o local que os animais devem ficar, até a barata, mas se entram, é uma questão de vida ou morte (de uma das partes).
    Baratas não são mesmo legais... Mas faz parte da biodiversidade né, e concordo quando disse que por conta das nossas coisas, elas parecem maiores, eu realmente acho que elas cresceram pelos trangênicos de migalhas que deixamos cair. Enfim, menos 'medo' e mais tranquilidade na sua vida meu caro.

    ResponderExcluir
  19. Olha seu texto só me deixou mais agoniada! Pensar que algumas voam e outras não, e pensar que elas aumentam ... Argh!! kk

    ResponderExcluir